Dicas de leitura para as mamães

15:04 Tays Rocha 10 Comments

Eu adoro ler e além do artesanato, um dos meus maiores gastos é em livrarias e revistarias. Passeando no shopping outro dia, enquanto pai e filho se divertiam nos brinquedos eletrônicos, corriam e jogavam bola na Centauro e na PB Kids (eu corro disso), eu como sempre me entocava nas livrarias. Gosto de ver toda semana o que há de novo, comprar alguma coisa prá semana e tenho por hábito ler as resenhas e listar o que quero ou o que gostei. Achei algumas coisas bem bacanas, úteis não só prás mamães inexperientes, mas prá todos nós,  mamães e papais, já que ser pais é sempre imprevisível, surpreendente e um eterno aprendizado, onde sempre temos mais dúvidas do que certezas.


A Bíblia da Gravidez - com bastante ilustrações, achei a linguagem bastante acessível, de fácil compreensão, orienta e dá dicas de como ter uma gestação saudável e os principais cuidados com o bebê nas primeiras semanas de vida. Não é nada barato, nas livrarias onde vi, os preços variavam de R$ 116,00 a R$ 146,00.


O Manual do Grávido - ajuda o homem a curtir a gravidez e a entender tudo que acontece com sua grávida durante a gestação e o parto. Repleto de informações médicas atualizadas, traz também descrições bem-humoradas de situações típicas da gravidez reunidas por dois pais: Claudio Scillag, médico, e Humberto Accomandi, jornalista. O preço varia de R$ 18,00 a R$ 29,00.


Barriga redonda, barriga pontuda - Se uma grávida dormir de bruços o neném nascerá com os pés chatos? Canjica, cerveja preta e chá de alface engrossam o leite materno? O bebê sempre nasce na mudança de lua? Quem nunca acreditou, ou pelo menos escutou, uma dessas afirmações “pouco” científicas?
O livro Barriga redonda, barriga pontuda — Derrubando mitos, crendices e superstições sobre a gravidez, da autoria da jornalista Ana Paula Brasil e do pediatra Ricardo Lopes Pontes, esclarece todas essas e muitas outras questões que assombram as futuras mamães. Livro gostoso de ler, super divertido e que vai de encontro ao que eu penso, amei e recomendo. Além de ter sido ilustrado pela talentosíssima Jana Magalhães. Precinho bem acessível, de R$ 29,00 a R$ 36,00.


Meu Bebê Gourmet - livro interativo, onde a mamãe poderá personalizar enquanto observa o desenvolvimento de seu filho, da amamentação ao primeiro ano de vida. Com dicas úteis sobre aleitamento materno, higiene, primeiras papinhas, uso da colher, etc... é um livro de orientação e consulta. Receitas fáceis, criativas e já testadas desenvolvem saudavelmente, desde cedo, o paladar do bebê. Além disso, os espaços para fotografias e anotações fazem do meu Bebê Gourmet um álbum para ser guardado por toda a vida, é um diário culinário da criança, achei a proposta muito interessante e lúdica. De R$ 39,00 a R$ 47,00.

O Primeiro Ano do seu Bebê, mês a mês - Repleto de conselhos profissionais, informações práticas e dicas nas quais você pode confiar, este livro é uma campanha essencial, mês a mês para os pais. Traz descrições detalhadas, do desenvolvimento físico, emocional, social e intelectual do recém-nascido, até ele completar um ano; tudo o que você precisa saber para cuidar do bebê, da amamentação aos banhos, incluindo como estabelecer uma rotina e criar bons hábitos de sono; conselhos sobre alimentos e problemas comuns de saúde; relatos de pais compartilhando sua experiências na criação de bebês. Achei um livro bem completo e bem explicativo. De R$ 59,00 a R$ 92,00.


Criando Meninos - O livro discute de forma clara, leve e emocionate as questões mais importantes sobre o desenvolvimento de um homem, do nascimento á fase adulta. Steve Biddulph escreve com humor, honestidade e muita experiência. Um texto apaixonante, repleto de orientações práticas essencial na nobre tarefa de criar um menino. Eu tenho esse livro, comprei quando estava grávida do Leo, eu recomendo, é muito bacana, aborda muito da parte psicológica e de tempos em tempos ou o releio, encontrei nele muitas explicações para comportamentos do Leo que eu não entendia, semana que vem vou comprar o Criando Meninas. De R$ 25,00 a R$ 42,00.


Criando meninas -  Esse livro dá orientações claras e precisas, que vão ajudá-la na tarefa de educar sua filha com carinho, amor e disciplina. Com muita experiência no assunto, a autora dra. Gisela Preuschoff, mostra como evitar os erros mais comuns na criação das meninas e aponta os caminhos que levam á formação de pessoas determinadas e felizes. Desde os primeiros anos de vida até a adolescência, Criando Meninas mostra como estimular, desenvolver e encorajar sua filha. Apoiada em fatos científicos e na própria experiência como mãe, psicológica e terapeuta familiar, Gisela Preuschoff ensina a medida certa entre autoridade e amor. De R$ 25,00 a R$ 42,00.


É claro que eu amo você... agora vá para o seu quarto - Este livro mostra que não importa de quanto tempo você dispõe para ficar com seus filhos. O importante é como você usa esse tempo. Afinal, sua responsabilidade é proporcionar a seus filhos o apoio emocional de que eles necessitam para se tornarem adultos independentes. É dar condições para que eles possam trilhar com segurança o caminho da autodisciplina. E isso se faz com amor e limites. De R$ 32,00 a R$ 45,00.


Vi muito mais coisas, principalmente livros ensinando a educar e conter um pouco os mais arteiros e de gênio difícil, mais à frente eu coloco aqui prá vocês. Apesar de que nesses casos eu sou favorável à apenas muita conversa, diálogo aberto, quando nem assim funciona, conversa firme, algumas trocas de interesses e por fim, o castigo e se eu estiver muito no meu limite, palmadas... e o Leo é bem educadinho, obrigada ;o) e uma criança visivelmente feliz.
Beijos de boa semana!!!

10 amigos comentaram, comente também!:

Dicas de profissionalização do artesanato informal - Parte II

11:38 Tays Rocha 9 Comments

Continuando as dicas que dei aqui... essa segunda parte aborda um pouquinho mais da parte comercial e pessoal.


- Quando estamos iniciando, a parte mais difícil é onde e prá quem vender, como colocar seu produto no comércio, torná-lo conhecido, conseguir aceitação. Um dos caminhos que existem e que vejo muita gente usando é o da consignação.  Você deixa o produto em uma loja, se vender, a pessoa te paga e em troca você dá uma comissão combinada previamente. É uma forma do lojista trabalhar com seu produto sem investir e de você ter seu trabalho divulgado e conhecido. Bem no início eu trabalhei dessa forma, mas nem tudo é assim tão simples, me incomodei muito e hoje prefiro não vender a ter que deixar minhas peças consignadas. Se você optou por divulgar seus produtos dessa maneira, apenas lembre-se de tomar alguns cuidados, eu evito por vários motivos: 
  • A peça pode estragar, e quando você for  buscá-la, retirá-la na loja para renovar poderá estar em péssimo estado, devido ao manuseio excessivo, pó, e falta de cuidado. 
  • Esse tempo que ela fica "parada" na loja você deixou de oferecer a outros clientes potenciais, de mostrar prás pessoas que frequentam sua casa.
  • Se houver algum dano, dificilmente o lojista vai se responsabilizar em pagar e você assumirá o prejuízo.

- Calcule um preço justo e antes de produzir, verifique vários fatores:
  • Quem é seu publico alvo, ou seja prá quem você vai vender? Vai atuar em algum segmento específico?
  • Quais são os seus gastos mensais com a produção? Você deve levar em consideração seus custos fixos como energia elétrica, água, aluguel se houver, etc...
  • Qual o tempo dispensado na mão-de-obra, quantas horas você gasta em cada projeto?
Existe uma continha que o pessoal faz por aí que é de multiplicar o preço de custo por 3, atribuindo que 1/3 seria material, 1/3 mão de obra e 1/3 seu lucro, eu não uso essa conta e já aviso prá cuidarem com isso, porque acho esse parâmetro bastante falho. Essa continha deixa de levar em consideração algo muito importante: TEMPO DE EXECUÇÃO. Quando eu fazia bijuterias trabalhava com miçangas e também com cristais e strass Swarovski, mas uma coleira de miçangas me dava muito mais trabalho do que uma coleira Swarovski e se eu apenas multiplicasse o custo por três estaria tendo um valor totalmente deturpado, hoje eu estipulei um valor de "hora-trabalho", a minha hora vale X Reais e eu a somo ao custo da peça e acrescento também o valor referente às despesas fixas, é mais complicado? É sim, mas também é muito mais justo, prá mim e pro meu cliente. Caixinhas para lembrancinhas por exemplo custam cruas menos de R$ 1,00, mas dão mais trabalho do que caixas maiores, lembrem-se, devemos cobrar pela complexidade, personalização e exclusividade do trabalho, não apenas jogar um lucro aleatório. Em relação à preço, recomendo também ter tabelas separadas para pequenas e grandes quantidades, atacado e varejo, porque na hora de comprar o material em maior quantidade, sempre conseguimos descontos e preços melhores, eu repasso essa proporção ao meu cliente.

- Tenha cuidado ao negociar com amigos e parentes próximos, são os primeiros a nos incentivar, mas também a achar que são merecedores de em média 90% de desconto, acham que pela proximidade e vínculos temos a obrigação de vender à prazo, parcelado ou fiado. Amigos, amigos; negócios à parte...

- Jamais prometa aquilo que não pode cumprir, acabamentos impossíveis, temas indisponíveis, pegar uma encomenda com alguma matéria-prima em falta (que você prometeu conseguir), prazos apertados.

- Saiba administrar seu faturamento, quando entrego uma encomenda, no ato do recebimento eu registro  a entrada no livro-caixa e separo o valor da mão-de-obra e despesas, esse valor eu deposito novamente, é o meu capital de giro, o lucro eu guardo, ou reinvisto em novidades, cursos ou em algum benefício pessoal.


- Educação é tudo, procure atender com simpatia e bom-humor. Todo mundo  tem problemas, mas ninguém é obrigado a compartilhar com você seus problemas pessoais.

- Evite abordar alguns assuntos com clientes os quais você não conhece e não tem intimidade. Religião e política, assuntos desagradáveis como tragédias, mortes e doenças. Evite falar mal de quem quer que seja, saiba se posicionar de forma neutra em relação à certos comentários.


- Exercite a sua criatividade, leia revistas específicas da sua área, visite feiras, bazares e exposições, pesquise na internet o que há de novidade, acompanhe fóruns, sites e blogs referente aos produtos com os quais você trabalha, inspire-se! E o fundamental: não copie... CRIE!!!!

- Tenha atitudes e pensamentos positivos, trabalhe com bom humor, isso só atrai boas vibrações e boas energias.


- Cuidado com alguns hábitos:
  • Não fume na presença de clientes.
  • Cuide de sua higiene pessoal, a higiene e limpeza das mãos é essencial, não é porque você trabalha com artesanato que isso signifique que tenha que ter unhas e mãos descuidadas.
  • Não importa qual é o seu estilo, mas procure se apresentar sempre bem arrumada, vestida de forma adequada ou pelo menos com um avental durante o horário em que está produzindo. A gente acaba se sujando sim de tinta, cola, etc... mas nem por isso você precisa estar vestida com roupas velhas, rasgadas, manchadas, etc... isso denota relaxo, desleixo pessoal.
 

- Conheça seus clientes, procure observar seus interesses, o que é mais procurado, do que mais gostam. Desta forma você passa a saber como direcionar seu trabalho, quando houverem novidades você sabe a qual cliente interessa, a quem você pode oferecer. Por exemplo, prá cada 10 caixas de medicamentos que eu vendo, apenas 2 caixas de costura são vendidas, com o passar do tempo percebi qual produto eu vendo melhor e quais produtos eu preciso manter um estoque maior.


- Evite deixar peças inacabadas, às vezes começamos uma peça e no meio do caminho desistimos da ideia, mas mude seu projeto, refaça, não deixe sem terminar. Tudo que fica inacabado nos gera frustração e acumula energia negativa, remete à desorganização, portanto, termine sempre.


- Se tiver peças "encalhadas" que você não conseguiu vender, faça promoção, dê um desconto maior, ou separe essa peça prá fazer algum tipo de sorteio ou até mesmo presentear alguém, um cliente assíduo. O importante é girar o produto, ter um estoque diversificado e atual. Se isso não funcionar ou você não conseguir encaixar seu produto no que citei acima, não hesite, recicle! Refaça a peça, mude a cor, mude a técnica e a gravura, renove!
Essas dicas que coloquei aqui não seguem uma receita específica, são apenas coisas que fui aprendendo ao longo desses 7 anos de trabalho, errando e acertando, vendendo muito, refazendo algumas peças, tomando alguns calotes... rsrsrs. Espero que seja útil à quem está iniciando, que realmente deseja fazer da arte seu trabalho. 
Se falar em artesanato exatamente, posso dizer que comecei muito cedo, aprendendo ponto cruz e tricô, ainda quando criança, sempre observando as coisas que minha avó fazia. Em 1997 eu resolvi fazer bijuterias, minha turma de Farmácia da UFPR tinha 42 mulheres e 7 homens, percebi aí uma grande oportunidade, com as peças que vendia na faculdade conseguia custear os ônibus que eu usava, almoço, xerox e paguei toda a minha comissão de formatura, além das muitas baladas é claro... rsrsrsrs. Meu pai me ajudava apenas com livros e despesas maiores. Fiz biju até 2005 e paralelamente havia começado a pintar country e fazer decoupage em 2003, nessa época fazia também sabonetes e cosméticos artesanais. Em 2006, quando o Leo nasceu, descobri o scrapbooking e me apaixonei perdidamente, e esse ano comecei a trabalhar com os tecidos e feltro. O artesanato sempre foi importante na minha vida, tanto do ponto de vista financeiro como também na realização pessoal, de fazer por e com prazer. E resumidamente, esse é um pedacinho da minha história, a ponta do iceberg... que aos poucos vou dividindo com vocês, porque história prá contar sobre esse assunto é o que não me falta.

Desejo à todos que queiram atuar nesse ramo muita criatividade e sucesso!!!

Beijos ♥

9 amigos comentaram, comente também!:

Gengivite na gravidez

11:27 Tays Rocha 0 Comments

Há algumas semanas atrás acordei com uma sensibilidade terrível nas gengivas, avermelhadas e a cada escovação, sangravam, com muita, muita dor... mal conseguia comer. Fui ao dentista e o diagnóstico foi de gengivite gravídica, uma sensibilidade que pode chegar à inflamação das gengivas devido à alterações hormonais da gravidez. Só posso dizer que passei três longos dias de muita dor, comendo pouquíssimo, até que o problema se resolvesse. Pensei que pudesse ter sido por algum problema de escovação, higiene, mas não... é uma sensibilidade  causada pela gravidez mesmo. Na verdade tomei até uma bronca, porque escovo os dentes com muita força e estou com lesões de colo nos caninos, retração de gengiva, tive que fazer um selamento, trocar minha escova prá ultra-macia e ser mais gentil e carinhosa na escovação... Sei que esse problema é muito comum, atinge em torno de 60% das gestantes, então resolvi abordar um pouquinho aqui. Na gravidez do Leo não tive crise assim tão grave, mas a Mariana é a Mariana né? Tudo está me acontecendo nessa gestação... rs...


Gengivite nada mais é do que uma inflamação na gengiva, quando inflamadas as gengivas doem, incham e sangram facilmente. É uma inflamação muito frequente e pode aparecer a qualquer momento e idade, após o desenvolvimento da dentição. Tem como causas principais a escovação incorreta, que permite que a placa bacteriana permaneça sobre a linha gengival dos dentes, seu aparecimento é muito comum na gravidez, na puberdade e durante o uso de medicamentos contraceptivos, porque está associada diretamente às variações hormonais.

De acordo com pesquisas, a prevalência da gengivite na gravidez varia de 35 a 100%. Isso é atribuído aos níveis circulatórios aumentados da progesterona e seus efeitos sobre os vasos capilares, contribuindo para uma resposta exagerada à placa bacteriana durante a gravidez. A influência dos hormônios gestacionais sobre o sistema imune também pode contribuir com a iniciação e a progressão da gengivite gravídica. A instabilidade hormonal nesse período torna a gengiva mais sensível causando a gengivite, que se manifesta através de inchaço, coceira ou sangramento nas gengivas [e dor, muita dor, comer fica basicamente impossível].
Além disso, há uma mudança na alimentação, além de alterações no colágeno e na hidratação. Como conseqüência, também a gengiva e a flora oral da gestante passam por transformações. 
Os cuidados, nessa fase, devem ser redobrados, a fim de evitar infecções gengivais. A melhor forma de evitar o aparecimento da gengivite é manter os dentes sempre limpos, especialmente na região do colo dentário, área em que a gengiva e os dentes se encontram. Além da escovação, não deixe de passar fio ou fita dental no mínimo uma vez ao dia. Procure escovar suavemente e com uma escova mais macia, já que devido à gravidez, há um certo amolecimento das gengivas, favorecendo a gengivite.

Se tiver qualquer tipo de inchaço, sensibilidade, sangramento ou coceira nas gengivas, procure um dentista imediatamente, ele saberá aplicar o tratamento mais adequado para o seu caso. A gengivite não pode ser ignorada, pois se progredir pode formar uma doença gengival mais grave, como a periodontite, que danifica a gengiva e os ossos bucais. Um outro fator que predispõe ao quadro da gengivite é a carência de vitamina C, que tem propriedades cicatrizantes. A carência de niacina também causa hemorragia nas gengivas e predisposição para certas infecções bucais.

0 amigos comentaram, comente também!:

Sorteios e selinhos

11:15 Tays Rocha 13 Comments

Durante o mês de maio eu ganhei vários selinhos, como vocês sabem, a minha vida anda meio corrida, acabei atrasando prá postá-los aqui e dividir esse carinho com vocês. Agradeço os selinhos que ganhei de cada uma de vocês, amigas especiais que com tanto carinho lembraram de mim e que de uma ou outra forma estão sempre presentes na minha vida. Ofereço com o mesmo carinho com que me foi dado, à todas as minhas amigas e leitoras, como forma de agradecimento por estarem sempre por aqui, pelos comentários carinhosos que sempre deixam, pelos emails e citações nos blogs de vocês e no Twitter.



Rosana Hess, do blog Pedacinho de Mim.

Soraia Melo, do blog So Artes Criativas




Em dose tripla!!! Da minha amiga-irmã Claudia Andre, do blog Cadernos de Viagem.


Da Claudinha da TeC, do blog Claudinha Scrap

Da Janaina, do blog Jaja Morais


Nos meus passeios por aí, vi que está rolando um monte de sorteios bem legais e divido com vocês, afinal quem não gosta de ganhar presentes, né?

31/05 - Sorteio dessa Paper-gator lindaaaaaaaa, no blog da Jaja Morais


12/06 - Sorteio desse kit cheio de coisinhas lindas, no blog da Mara

31/05 - Sorteio dessa bolsinha de scrap linda, do blog da Gladys


31/05 - Sorteio desse kit de scrap no blog da Renata Moni

Boa sorte prá quem resolver participar de algum dos sorteios!!!

13 amigos comentaram, comente também!:

Caixa de bombons reciclada em Scrap Decor

00:24 Tays Rocha 5 Comments

Obrigada meninas, fiquei feliz! Não esperava que a reciclagem da caixinha fosse despertar tanto interesse em vocês, várias pessoas pediram o passo-a-passo. Na verdade eu ia colocá-lo só no fim de semana, mas já que deu  Ibope, não vou deixar ninguém passando vontade.. rsrsrs. Vamos lá...


01 - De início eu usei a caixinha de Ferrero Rocher, papéis de scrap da linha básica e dupla-face, fita dupla-face, almofada para carimbo para distressar (sombrear) as folhas e batedor de stencil. Cortei os papéis com a guilhotina, prá quem não tem basta riscar com cuidado e utilizar tesoura.


02 - Com o batedor de stencil apliquei delicadamente a sombra preta, molhando o batedor na almofada para carimbo e passando suavemente nas bordas dos papéis, o efeito é um sombreado leve e suave.


03 - Em seguida apliquei a fita dupla-face em toda a volta do papel, rente às bordas, para garantir que nenhuma pontinha fique levantando depois. Faça isso em todos os retalhos.


04 - Retire as películas da dupla-face e aplique com cuidado na tampa e fundo, mesmo o papel sendo dupla-face e a caixinha e a fita incolores, eu fiz questão de forrar dentro e fora, para um acabamento perfeito.


05 - Ao final dessa primeira etapa, temos a caixinha forrada por dentro e por fora, agora vamos tratar de decorá-la.


06 - Agora vamos fazer uma espécie de fita larga selando a caixa, prá isso usaremos um retalho mais largo de papel preto e dois retalhos mais estreitos de papel rosa, onde faremos uma falsa renda com o furador de bordas. Prá essa caixinha eu usei os retalhos no comprimento total da folha 30,5 cm e a largura vocês podem fazer como preferirem.


07 - Utilizando o furador de bordas contínuas comecei a fazer a falsa renda no retalho de papel rosa, cuidem para que o papel esteja sempre encostando até o final do furador, evitando que o corte saia torto. Para fazer a borda sem emendas, basta encaixa uma parte que já está furada no desenho lateral do furador, dessa forma podemos fazer bordas contínuas sem emendas em qualquer comprimento de papel.


08 - Para montar a fita, basta unir as duas faixas de papel rosa com o preto e colar com fita dupla-face, eu colei pela frente e sobre ela errematei com dois pedaços de fita branca, caso não queira colocar a fita, una os pedaços por trás. Eu separei um pequeno retalho de papel para fazer o acabamento, como se fosse um fecho, vejam na sequência.


09 - Transpassei a "fita" ao redor da caixinha e nas extremidades usei um pequeno retalho de papel para fazer o acabamento final. Essa fita que acabamos de fazer, fica solta, ela sai da caixa, portanto não deve ser colada à mesma, o que a une, fazendo o fechamento é o retalho colado com fita dupla-face.


10 - Agora faremos a flor que vai ser colada sobre a fita. Aqui foi usado papel puro glitter e glitter perolado, além de papéis da linha básica. Escolha tons que coordenem entre si, harmonia é fundamental. Foram usados os furadores da linha Max, margarida e círculo, furador jumbo de círculo para o miolo, boleador n5, agulhão, fita dupla-face e fita-banana.


11 - A flor será montada nessa sequência, um tapete de círculo cortado no papel perolado pink, duas margaridas cortadas em papel da linha básica, um miolo de círculo cortado no papel glitter preto.


12 - Pegue a margarida e aperte cada pátala ao redor do agulhão, deixando-as levemente fechadas, faça isso em todas as pétalas, nas duas flores.


13 - Com uma gotinha de cola, sobreponha uma flor sobre a outra, alternando as pétalas, elas se transformarão em uma flor única, se quiser, faça o sombreado com a almofada prá carimbo e o batedor de stencil, e também pode passar o boleador n5 no centro da flor, isso fará com que as pétalas se fechem um pouco mais.


14 - Vire a flor e cole um pedaço de fita-banana atrás dela e faça o mesmo no miolo. 


15 - Fixe o tapete de círculo sobre a fita, com cola ou fita dupla-face, sobre ele cole a flor com fita-banana e sobre a flor, coloque o círculo. Sugestões: coloque um botão amarrado com fitinha no miolo, e se quiser acrescente alguns pequenos detalhes nas laterais (como a florzinha por exemplo) fica lindo e delicado.


Qualquer dúvida ou algo que precisem saber à respeito da técnica ou dos produtos, entrem em contato!

Beijos ♥

5 amigos comentaram, comente também!:

E prá Mariana, um jardim verde e rosa

23:01 Tays Rocha 22 Comments

Depois de um lanchinho gostoso vim aqui dividir as novidades com vocês e também mostrar umas coisas lindinhas que andei vendo. Sábado fiz ultrassonografia e vi minha Mariana, é tão bom, tão gostoso... e melhor ainda saber que tudo está bem com ela, está crescendo forte, saudável e serelepe... heheheh. Está sentadinha do meu lado esquerdo, por isso tenho tanta dor do lado direito, porque é a compensação que meu organismo tenta fazer, equilíbrio do peso e tem doído viu? Estávamos aqui lembrando que do Leo parece que a gravidez passou mais devagar e também que tudo foi mais tranquilo, sei lá... só sei que agorinha eu tive que deitar um pouco, porque ela estava me empurrando na região pubiana com tanta força que estava doendo, não sossega, nunca vi! O médico que fez o exame disse que ela está ótima e vai ser um bebezão, está com quase 500g e 30cm, o que é bastante prá idade gestacional dela. Provavelmente por conta disso, estou com uma anemia discreta, persistente, porque ela deve estar sugando tudo, gulosinha ;o)
Fiz os exames todos e não sou imune à toxoplasmose, então tenho que cumprir algumas restrições alimentares, mas tudo bem que passa rapidinho, o importante é cuidar. Não vou colocar nenhuma foto do ultrassom pelo simples fato que estão um monte de borrões, porque a madame não parou de pular um segundo sequer... tô vendo tudo, o Leo vai ser santo perto...

Essa semana saí e comprei uns tecidinhos, alguns testes apenas que quero fazer pro quartinho dela, só decidi que quero verde clarinho e rosa, de preferência rosa-chá, mas ainda não achei nada que me agradasse de verdade. Comprei esses aqui, são lindos, mas não exatamente o que eu quero:


Eu queria um tom de rosa mais apagado, um floral miudinho e delicado, o que mais chega perto do que quero é o rosa que está embaixo, aberto. Essa semana vou sair novamente e dar mais uma procurada.

Peguei umas ideias de quartos e queria mostrar à vocês, mas também não pretendo copiar nenhum, apenas tirar ideias daqui e dali.



Esse é sem dúvidas o meu preferido, o cordão de flores entrelaçado às grades do berço farei com certeza, os vasos de flores também, mas não prá ficarem no chão e eu e meu marido chutá-los longe ao entrar correndo no quarto, quero menores e em prateleiras, nichos talvez, ainda não sei. O abajur que não aparece por completo é lindo, de chão, com flores de metal retorcidas, vou mandar fazer uma versão menor preso à parede, ele assim no chão acaba se tornando perigoso, com pontas e partes cortantes quando a mocinha começar a andar, sejamos práticos então. A poltrona já tenho, em chenille pérola e está na sala, foi a que usei pro Leo, essa cadeira Luis XV está linda, mas não se inclui nos meus planos. O lustre eu amei, mas o mais barato que vi nesse estilo está R$ 420,00 e não pretendo gastar tanto nisso, estou estudando outras opções. As curvas francesas segurando as prateleiras pretendo sim fazer e não quero esses puxadores na cômoda, quero rosas de resina, branquinhas.


Gostei muito dessa cortina, almofada e protetor de berço, é algo assim que quero, simples e delicado, estou vendo a adaptação dos tecidos.


Amei essa borboleta e já consegui o molde dela e quero ver se terei paciência suficiente prá fazer algo de fuxicos assim, pensei numa mini-manta prá colocar no encosto da cadeira, adoro também aqueles patch de quadrados gordinhos, bem fofinhos, não sei o nome, daqui a pouco mostro algum. Achei perfeitos esses tons.


Olhem que fofura e delicadeza esses tons, é algo assim que quero, com uma temática leve, voltada ao campestre, à bichinhos de jardim, não quero nada muito repetitivo e quero suavidade.

Pensem se não me apaixonei por isso? Fácil de fazer, regador galvanizado, flores que podem ser feitas à mão e folhinhas caseadas. No lugar de um dos vasos, pretendo colocar um regador desses (se eu achar o regador...)


Adorei esse também, mas muito clean, quero mais estampadinho, mas a árvore está linda e amei essa almofada de rolinho.

Gente, eu preciso dessa bolsa-necessaire, é um porta-fraldas e coisinhas de troca, se alguém tiver o molde manda prá mim, please?


Esse nicho eu também quero e preciso pensar como, prá não entulhar demais o quarto, mas meu marido sugeriu que fizéssemos ele vertical, prá um cantinho de parede que temos aqui e acho que vai ficar muito bom mesmo. Eu já tenho o molde dos bichinhos, as flores são molezinha de fazer, aí é só montar os cenários.


Outra opção que achei linda e preciso ver se vai se encaixar por aqui foi essa da casinha de passarinho e esses quadrinhos delicados, amei esses tons, quanta delicadeza.


Esse quarto é lindo, da Patchouly, mas muito cheio pros meus olhos, não gosto de nada muito rebuscado, mas daqui tirei algumas ideias também, lindas as almofadas e a colcha de patch, adorei aquele vaso comprido de flores, mas como disse antes, não no chão. A colcha de quadrados fofinhos que vi é aquela na lateral do berço, sou apaixonada por aquilo e gente... olha a borboleta com a borboletinha no colo ;oP eu e a Mariana, batendo asas por aí... heheheheh.

Fico doida e só a hora que pintar as paredes, a porta e a janela é que acho que vou conseguir visualizar melhor tudo isso e me decidir sobre o que realmente quero, mas ficam aí as sugestões prá quem gosta ou vai ser mamãe de menina. 

Beijos e boa quarta ♥

22 amigos comentaram, comente também!:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...