Manias, presentes, arteirices, coisas e coisinhas

22:28 Tays Rocha 8 Comments

Antes de tudo e de mais nada... só posso abraçar vocês todos que me bajulam. Todos, todos os dias da minha existência, não sei se mereço tanto, adoro, amo de paixão e isso tem me ajudado muito a ter dias melhores, acreditem nisso como estou viva teclando aqui e agora (apesar da gravidez minha personalidade cheia de exageros, superlativos e sentimentos maiúsculos permanece).

Sobre o último projeto da True Colors que postei ontem, prometi que vinha mostrar ele seco, mas não só seco como alterado, porque não me aguentei e frufruzei ele mais um pouco... heheheh, mas gostei dele, o Leo disse que lindo mamãe eu na sua barriga né? E até meu marido gostou... então honestamente, tá bom prá mim né? Cá está ele...


Eu achei que estava muito vazio ao redor do título... Vocês lembram? Tenho problemas com espaços em branco, não rolou, lembrei dessas setas, adoro setas, deve ser uma necessidade incontida de apontar com o dedo... heheheh, essas setinhas são dos kits de chipboard da TeC, coloquei mais uma florzinha ali, perto da minha barriga e coloquei strass no carimbo de journaling, aliás, me perguntaram por e-mail a marca dele, é da KaiserCraft, lindos de viver!  No journaling escrevi: "Gestando sonhos, tecendo vidas, a mais doce das esperas, Leonardo à caminho". Gestando Sonhos é também o nome do meu mais novo blog, quem quiser, vou adorar a visita... E foi isso que eu fiz, eu gostei e espero que vocês também!

A tarde de hoje estava uma eca, odeio dia cinza, frio, garoando... como eu estava com tudo em dia, resolvi dar uma mexida no maleiro do armário do meu marido, onde guardo umas coisas que uso pouco,  coisas de enxoval e honestamente fazia séculos que eu não mexia lá, tirei tudo, passei paninho com vinagre e bicarbonato porque estava um cheiro de mofo... e eu sabia que eu tinha umas toalhas prá bordar e alguma coisinha que sobrou do Leo, resolvi ver o que tinha, porque essa semana vou comprar umas bobagens prá Mariana, coisinhas prá bordar e personalizar. 
Umas toalhas???? Tinha 5 jogos completos de banho com tapete, dois já feito crochê e tudo, e o branco com uma toalha de rosto começada, pior que não sei que cores de linhas são aquelas... aiai... juro que não lembrava! Fora mais umas toalhas de rosto avulsas, as verdinhas ao lado.


E ainda tinha tudo isso aqui começado sem terminar... um quadro de fazendinha, uma toalha de Arca de Noé, uma toalha de mesa grande e um centrinho redondo em ponto cheio... realmente não ando me reconhecendo, porque se tem uma coisa que eu odeio é isso, deixar as coisas pelo caminho. Já tirei tudo e vou colocar fim nessas pendências antes de qualquer coisa, nos meus horários de descanso (oi?), bem nesses horários que eu acabo não tendo, mas vou dar um jeitinho, quem viver verá!


Pensam que acabou? Acabou nada... ainda tinha toalhas de banho e rosto que eram da época do Leo e babadores, ainda bem que neutros, já vou passar prá Mariana.


E ainda... pedaços de etamine bem bons, que dá prá fazer muita coisa e um monte de cânhamo riscado para ponto cheio e americano... enfim, não vou reclamar né? Até porque está pago, é meu, eu comprei, é tudo lindo, vou aos poucos desempacando o que está parado.


Depois de passado o choque de me constatar uma consumidora compulsiva do mundo craft e sem memória... recebi a visita do carteiro com uma caixinha fofa, presentinho da troquinha do Five Bees com a Gabi Alberti, lá de Cuiabá. Sabe criança quando ganha presente? Pois é, eu sou bem assim... heheheheh, uma caixa recheada de fofuras, carinho e muito capricho.


Um cartão muito fofo com papel da Sassafras, que por sinal vi no blog e até comentei, sem nem sonhar que era prá mim, ela mandou muitos cortes de punch art (era o tema da nossa troca), além de guloseimas (aqueles docinhos  tradicionais no pacote são os meus preferidos), cada pacotinho desses uma surpresinha, carimbadas, flores, botões, grampinhos e ainda adesivos fofos, tudo muito bonitinho, cheio de carinho.


Eu sei que assim como eu vocês mooooooorrem de curiosidade, então tá... abri os pacotinhos heheheheh... Aqui as carimbadas, amei aquela pranchetinha, que coisa mais fofa do mundo, botões de metal que eu não tinha \o/ e queria fazer um negócio vintage esses dias e me faltaram, grampinhos coloridos fofos, flores lindas com bolinhas, poazinhos e no detalhe o cartão do passarinho que eu adoro.


E calma que ainda não acabou, nesse pacote rosa um presentinho prá Mariana (não é uma fofa?) e no outro saquinho, coincidência ou não... de joaninhas, um presente prá mim.


No pacote da Mariana essa blusa mais fofa, pink com poá, da Marie (a Fabi quando ver vai ficar doida... hehehehe) e prá mim um chaveiro super-fashion e um estojinho que eu amei, pequeno, de bolsa, com coisinhas de emergência, prá costurinhas e até grampos de cabelo.

Gabi, amei, muito obrigada, você mesmo à distância com todo esse carinho, adoçou meu dia hoje, a sua troquinha também já foi, mas voltou, porque a bonita aqui colocou o número trocado e deu inexistente, então está indo novamente. Espero que você goste tanto quanto eu, porque preparei com o maior carinho do mundo também. 

Em relação aos projetos... muitas dúvidas, vários e-mails com muitas perguntas, o que é journaling, punch art e outras coisinhas mais. Me dêem um tempinho e já faço um post do básico prás iniciantes e quando tiverem dúvidas chamem mesmo!

Beijocas e bom final de semana com feriado ♥

8 amigos comentaram, comente também!:

Sob novos cuidados

00:24 Tays Rocha 10 Comments

Eu sou do tipo que se cuida, que peca pelo excesso, mas jamais pela falta, grávida então... sendo responsável por uma vida se transformando dentro de mim, faço o que o médico mandar, briga grande essa aqui em casa, porque minha mãe e minha sogra me deixam louca, cheias de sabedoria e palpites e coisinhas, não que não sejam experientes e sábias, com certeza são sim e muito mais que eu, mas quase sempre querem saber mais do que o próprio médico, então elas já sabem... não adianta falar, palpitar, só faço o que o médico manda, à partir do momento que estou com um bom médico me orientando, abracemos a causa, mesmo de nariz torcido não contestam mais, nada... 
Obrigada Deus, muito obrigada...

Essa semana passei por algo que detesto, ter que mudar de médico, porque meu marido mudou de emprego e o plano de saúde mudou também, tudo bem que foi prá muito melhor, esse plano é bem mais completo, vou ficar num quarto podre de chique com direito até a adivinhação de pensamento, mas... como mudanças são difíceis, né? Principalmente de médico, depois de ter adquirido confiança, ter se identificado com a pessoa.

Peguei o nome dessa médica nova com excelentes recomendações, estava sem plano desde o fim de março, o que coincidiu com a época de fazer a translucência nucal, super importante prá descartar doenças cardíacas e genéticas, mas como sabia da importância do exame e que não poderia ultrapassar 13 semanas, fiz particular e foi quando soube que era menina. Cheguei no consultório e ela demorou um século prá me atender, odeio esperar, estava com azia e fome e consideravelmente irritada... eis que abre a porta um mulherão, mas mulherão mesmo, jovem, altona, vestida impecavelmente e com um sorriso de orelha a orelha. Como se irritar com alguém assim? Desarmei... gostei demais dela, da forma como pensa, é direta, sem rodeios, não é radical em nada, e o melhor de tudo... prática! Voltei aliviada, confiança adquirida, empatia total e vamos em frente!!!


Consegui ouvir o coração da mocinha que demorou a dar o ar da graça, fiquei ansiosa com a demora, só não me assustou porque agora sinto ela prá lá e prá cá, até que virou e ouvi, bem rapidinho, mas o suficiente prá deixar a mamãe feliz! 


A parte boa da consulta foi na verdade poder esclarecer algumas dúvidas que eu tinha, apesar de ser segundo filho muita coisa muda e a gente acaba esquecendo muita coisa também. Ela ficou aliviada quando viu que eu tinha feito a translucência, achou que eu tinha deixado passar. 


Eu estava desanimada, crente que ia passar o resto da gravidez com esse cabelo ridículo, com um palmo de raiz escura (sim, eu sou vaidosa, não escrava, mas vaidosa graças à Deus), se tivesse que passar, passaria, o sacrifício é válido... já passei do Leo, porque meu médico nunca deixou.

Perguntei à ela apenas sobre a tintura, foi então que ela me disse, assim como vou escrever:

Sei tudo o que você quer saber! Senta, esquece que você é farmacêutica e ouça...

- Não tem nada comprovado que a tintura faz mal, evita-se no primeiro trimestre, mas pode passar seu vermelhão escandoloso amanhã se quiser, toda grávida tem que estar bem com si mesma, se sentir linda, faz bem pro bebê. Depilação idem, só não pode à laser.


- Sexo à vontade, como quiser, puder, tiver vontade e conseguir fazer, faz bem pro humor, prá pele, pros cabelos e principalmente pro marido...


- Você está de 5 meses e perdeu 5 Kg até agora, ótimo, grávida não tem que ser gorda, aliás ninguém tem e você está ótima, se continuar se alimentando corretamente e mesmo assim não ganhar peso, problema nenhum, o crescimento do bebê é o que importa, não estou te chamando de gorda, mas você ainda tem bastante reservas... (chamou sim, senti direto no coração). Não é prá fazer regime nem dieta, nem passar fome ou vontade, mas também nada de excessos.


- Não pode comer fora de casa, em restaurantes, folhas e vegetais crus, risco extremo de toxoplasmose, só feitos por alguém que você confie, deixados de molho e etc...


- Não pode comer nunca: peixe cru, carne crua e ovos crus pelo mesmo motivo (vontade de comer sashimi, quibe cru e maionese de ovos).

- Época de morangos: EVITE, mesmo de molho a anatomia enrugada do morango abriga Toxoplasmas.


- Evite supermercados \o/ (odeio), shoppings, ônibus lotado, devido à gripe A, mesmo vacinada.
- Pode pegar seu filho no colo sem exageros, não queremos crises familiares de carência e ciúmes. 
- Pode voltar prá academia, liberada para pilates, ioga, alongamentos, caminhadas, exercícios leves sem muito peso, inclusive vai ajudar a reposicionar a coluna.


- A dor nas costas vai piorar, sua coluna está tensionando o nervo ciático,  sobrecarga causada pelo crescimento da barriga e seu quadril que já era bem largo cresceu mais um pouco e os seios também (imagina de manequim 44 prá  48) o que a sobrecarrega também (eu sempre gostei de ter um bundão, mas nessas horas, repenso, porque tem doído de verdade).
- No exame clínico a secreção de colostro está intensa, o que é excelente, um pouco cedo, significa que vai ter leite prá dar e vender, por isso tanta dor e sensibilidade, sua pele é fina portanto comece a esfregá-los com bucha vegetal prá engrossar a pele (delícia né) porque vai rachar e bastante e a sensibilidade ainda vai aumentar, sinto informar.


- Não se estresse, não se aborreça, não se irrite e não se incomode senão a pressão sobe e o risco é bem grande.

 
Tanta coisa, tantas novidades e cuidados, o corpo que muda, a cabeça a 1000, querendo se antecipar, em pensar que além de tudo isso tem o enxoval (sem nenhum par de meias ainda), comprar roupas prá mim, arrumar os quartos, comprar um berço, carrinho, cadeirinha pro carro e bebê conforto, e vamos pintar caixinha e fazer scrap...

Aí meu marido disse que eu gostei dela porque ela me disse 85% do que eu queria ouvir... kkkkkkkkkkkk, é verdade, mas senti segurança e confiança, vim prá casa aliviada. Agora tenho ultrassonografia 22/05, tô que não me aguento de vontade de ver minha pequena ;oP


Ela falou tanto sobre a Toxoplasmose e muita gente eu sei que não sabe tanto à respeito, em breve falarei sobre isso aqui, no mais, tudo em paz, com uma pancada de exames prá fazer, trabalhando bastante, mais tranquila e feliz.
Beijos prá vocês que passam por aqui!

10 amigos comentaram, comente também!:

Stencil, Costura e Textura I I - Dica Time Criativo True Colors

23:58 Tays Rocha 2 Comments

Continuando...
Conforme eu disse na primeira parte do projeto, eu boleei e sombreei as flores, apliquei bailarinas nos miolos, fixei os elementos. Escolhi o título "Mommy to Be", usei uma fonte gordinha, vazada, porque além de ficar evidente no trabalho, é mais fácil de recortar também, imprimi no papel de scrap roxo Repeteco, cor que eu queria como fundo do título.


Recortei os contornos com tesoura e vazei as partes internas com estilete, esse é um estilete retrátil em forma de caneta, de precisão, excelente.


 Em seguida, com o auxílio de uma pinça fininha, segurei cada letra e apliquei Textura Aqua Glitter Prata, queria um efeito mais brilhante com glitter, lembrem-se que essa textura ao secar fica transparente, aparecendo a cor de fundo e o glitter apenas.


Apliquei a textura em todas as letras, separei a letra M maiúscula e nela apliquei Bit Color Roxo para constratar texturas, brilhos e efeitos foscos, gosto dessa mistura. Deixei secar bem para só depois terminar o projeto.


Aqui uma prévia de como ficaram as letrinhas depois de secas, o roxo volta a aparecer e ganha o brilho delicado do glitter prata, fica lindo esse efeito.


 Na segunda etapa, eu usei uma telinha que tinha aqui, comprada em armarinhos, papel Repeteco de bolinhas amassado, almofada prá carimbo preta (porque na verdade fiquei sem tinta) carimbo journaling em silicone, base acrílica, fita de bolotas lilás, Pátina Ecológica Coral e ainda Massa de Modelagem que não está na foto.


Na telinha branca, apliquei a Pátina Ecológica Coral, com o mesmo pincel que eu fiz o stencil de bolinhas. Depois de bem seca (seca bem rapidinho) arredondei os cantos com furador de cantoneira.



Para fixá-la na página usei Massa de Modelagem aplicada com espátula.




Depois de aplicar a massa coloquei a telinha e sobre ela espalhei um pouco mais do produto e delicadamente fui posicionando as letras do título.


Lembram que eu queria colocar um journaling? Eu consegui um cantinho, só prá deixar algumas palavrinhas mesmo. Tentei mostrar aqui prá vocês a forma correta de usar almofada prá carimbo também, na parte superior eu esfreguei a carimbeira, percebam que o desenho não "fecha", dá prá perceber os riscos, abaixo, na mesma foto eu fui batendo a almofada com cuidado, até que o carimbo estivesse saturado com a tinta, essa é a forma correta e que fica sem falhas.



E aqui o projeto quase prontinho, colei sob a foto numa lateral a fita de bolas lilás, fiz o papel amassado pink de tapete para a foto de cima, faltando apenas aguardar a secagem da massa e do carimbo, na verdade já está prontinho, mas ainda não fotografei. Depois mostro ele seco e também escrito.

Espero que vocês tenham gostado e aprendido alguma coisinha, mínima que seja por aqui, já fico muito feliz em dividir. Aguardem a próxima cor... vermelha, com dicas bem legais prá vocês!!!

Beijocas ♥

2 amigos comentaram, comente também!:

Miniálbum em scrapbooking - Menina

16:31 Tays Rocha 6 Comments

Fiz esse mini faz um tempinho já, mas estava aqui na fila da postagem... queria muito mostrar à vocês e deixar aqui a dica de um produto que acho mesmo muito legal, que são esses kits coordenados. Nesse mini-álbum eu usei o Kit Bebê Menina e o Álbum Chipboard com janelinha, usei também algumas folhas de gravidinhas que eu tinha aqui e nem sonho de que marca são, porque não tinha nada escrito nelas. Eu acho muito válido esses kits que existem de várias marcas com opções mil, eles são práticos, econômicos, já vem com tudo coordenadinho, basicamente é só você montar seu mini.


Eu acho esse modelo de álbum um dos mais lindinhos, essa janelinha da capa mostra a foto da primeira página, fica tão delicado... e adoro essas ondinhas da lateral, delicadeza pura. Prá quem não conhece, o mini é de chipboard revestido com papel branco, o que nos dá uma margem imensa de inventar, podemos deixar o branco como fundo e trabalhar em cima, trabalhar com tinta e pintar as páginas ou fazer o que eu fiz nesse e particularmente eu gosto mais, que é revestir as páginas com papel de scrap que vem no kit em várias opções. As letrinhas são da linha de Alfabetos em Tecidos, muito lindas também, estampadinhas ou lisas com mini-botões e fita-banana.


Na primeira página deixei um espaço maior prá colocar uma foto do rostinho do bebê, que vai aparecer na janelinha da capa, extra ao kit usei no projeto muita sianinha, fitas, botões, bailarinas, ilhós, strass, flores montadas com furador, papel glitter.


Fiz essas duas páginas prá que a mamãe também tivesse seu espaço no álbum, gosto de fazer o mini assim, contando uma história ;o)


Gosto também de alternar os tamanhos de fotos, prá que não fique repetitivo, na página do banho usei os patinhos que eu amo e os botões transparentes prá dar um ar de bolhas de sabão, que amo mais ainda...


Aqui compus as páginas com fotos menores, miniaturas mesmo, essas páginas idealizei como sendo uma página do bebê brincando e de expressões de rosto.


Duas páginas neutras, para fotos maiores ou também para recordações da maternidade, pulseirinha, carteirinha, carimbar o pezinho, o que a mamãe quiser inventar...


Na contra-capa apenas revestimento simples com papel do kit para dar acabamento, nas argolinhas que encadernam o álbum, fitinhas muitas e variadas, cetim, voil, poá nos tons do álbum, cordãozinho encerado amarrado na capa.
Adoro fazer esses minis e prá minha alegria estou fazendo mais 6 modelos, entre encomendas e demonstrações da TeC, nos temas Bebê Menino, Primavera, Família, Férias, Viagem... delícia de trabalhinho. Aqui no blog da TeC, publiquei um mini que fiz com o Kit Garota Poderosa, tema adolescente e lindo, nesse fiz a encadernação artesanal à mão, ficou um pouquinho diferente, quem não viu, dê uma olhadinha e se quiserem me acompanhem por lá também!

Vou responder com calma os recadinhos e e-mails de vocês.
Beijocas e obrigada por estarem sempre por aqui ♥

6 amigos comentaram, comente também!:

Alegria que teme

00:13 Tays Rocha 4 Comments

Quando engravidei do Leo, mesmo tendo certeza, esperei semanas prá confirmar, um sinal de amadurecimento da minha ansiedade, fui confirmar com ultrassonografia, já de 12 semanas, quando das outras duas vezes a menstruação atrasava meia-hora e lá estava eu no laboratório coletando sangue, e prá minha alegria, positivo... mas que não se mantinha por muito tempo, todas as vezes o mesmo histórico, por volta de 11 semanas, sangramento discreto, escuro tipo borra de café, repouso 15 dias, medicada com progesterona e em seguida... nada nos exames, e então, nada além das curetagens, tristes, dolorosas, que levavam junto uma boa parte de mim, dos meus sonhos e da minha alegria sempre evanescente de ser mãe. E o pior ainda vinha depois, mandávamos o material da curetagem prá análise citopatológica e genética, tudo absolutamente normal... ou seja, sem respostas, sem porquês, simplesmente era necessário aceitar.


A ansiedade era tanta que certa vez, com poucos dias de atraso 2 ou 3, não me aguentei, comprei um teste de farmácia, fiz, deu positivo... como de costume, compartilhamos com a família, com os amigos. Liguei pro meu médico, marquei consulta, ele me disse, olha... exame de urina e nada prá mim é a mesma coisa, esse atraso é muito pequeno ainda, mas vamos confirmar com o Bhcg, dito e feito: negativo... Eu não sei que sensação foi pior, se as perdas que tive ou essa frustração, lembro de ter aberto o exame e ficado muda, paralisada. Lembro de como me senti incapaz, incompetente, envergonhada pelo equívoco. Passado isso, parei tudo e repensei, decidi não mais fazer disso uma busca, uma obcessão, aprendi que às vezes a gente quer tanto algo que somatiza e acho que foi isso que me aconteceu, sentia os sintomas. Fiquei tão revoltada com aquilo, conversei com meu marido e decidimos mesmo parar, viver. Voltei a tomar pílula, o que prá mim é péssimo, já que tenho um problema sério vascular, já passei por duas cirurgias e tive inclusive que extrair as safenas, como não aguentei a pílula acabamos optando por preservativos mesmo. E assim fomos por um bom tempo e confesso que passei a ver outras coisas, ver a vida de outra forma, ter um novo ânimo, trabalhava fora e muito, o que me ajudou de uma forma imensa. Até que um dia... brincadeira vai, brincadeira vem... não tinha preservativo, então no calor das emoções em 3s concluimos, já passou o período fértil, não dá nada... pois é, deu o Leo... kkkkkkkkkkkk, prova de que quando as coisas tem que ser... são!

 
Então concluo que a vida é isso mesmo... estranha, as coisas nunca acontecem na hora que queremos, do jeito que planejamos... Como eu já tinha passado pelas outras perdas, fiquei feliz e ao mesmo tempo em pânico, a cada ida ao banheiro o medo, de ver qualquer cor no papel higiênico que não fosse o branco... mantive minha alegria e expectativa em silêncio, não contei prá ninguém, fui contar pro meu marido já estava de 8 semanas, pelo fato mesmo de poupá-lo, sabia que não havia nada que pudéssemos fazer prá dar certo, a não ser crer. Tinha enjoos insuportáveis, sintoma que eu não havia sentido das outras vezes e isso me dava uma certa tranquilidade. Esperamos ainda passar o período crítico das outras perdas e só depois do ultrassom quando meu médico disse, dessa vez tem tudo prá dar certo... e eu desabei num choro compulsivo, só depois disso contamos prás famílias. Mesmo tendo sido uma gravidez maravilhosa, tranquila, estive tão calma, ainda assim foi permeada pela insegurança de que algo arrancasse toda aquela alegria de mim, da mesma forma que fora das outras vezes. Fui montar quarto, enxoval, com 7 meses, quando das outras vezes já tinha comprado um monte de coisas nas primeiras semanas.


Foi talvez um dos aprendizados mais doloridos que tive na vida, mas até os sentimentos amadurecem e desde então me vejo menos ansiosa, vivendo um dia de cada vez, sabendo dar valor ao que realmente tem valor, esperando a Mariana com o mesmo amor, com a mesma alegria, mas hoje muito mais segura, mais amadurecida como pessoa, como mãe e até mesmo como mulher. E até mesmo nesse momento, ela... Clarice Lispector, que diz muito de mim, transmite em uma frase tudo isso que senti e por vezes ainda sinto: "Que medo alegre o de te esperar".

4 amigos comentaram, comente também!:

Scrap decor - Caixa de casamento com convite

18:35 Tays Rocha 2 Comments

Fiz essa caixa prá um casamento que foi sábado passado, neste nosso mundo moderno, pessoas como a Angélica e o Luiz Otávio não querem saber de presente... preferiram solicitar aos convidados dinheiro e cotas de viagem, meu cunhado fez isso também, cada vez mais comum hoje em dia. Uma amiga próxima organizou a arrecadação junto aos convidados e foi ela quem me procurou, queria uma ideia, fazer uma caixa prá entregar o dinheiro arrecadado aos noivos, já que ficaria deselegante entregar o dinheiro assim em mãos... Partimos da ideia de usar o convite, que era rústico e simples, não queríamos sair desse estilo, ela me pediu algo bem clean, no estilo do convite e gostou muito do resultado e eu mais ainda de saber que ela gostou, essa é sempre a melhor recompensa prá mim.


Escolhemos uma caixa retangular que servia certinho o convite em cima, pintei com PVA pérola e fiz um esponjado bem aguadinho com PVA caramelo usando esponja marinha. Todos os papéis que usei nessa peça foram lançamentos recém-chegados, Linha Básica Marrom. Na tampa usei o Poá do lado mais escuro como tapete; sobre ele e emoldurando o convite, usei papel liso marrom rasgado e passei almofada prá carimbo marrom nas bordas, deixando um sombreado bem suave. Fixei com bailarinas do conjunto Círculo Misto III, cor mostarda, o pauzinho de canela era um detalhe da embalagem original do convite, que aproveitei prá decorar a tampa.


Na parte inferior usei o papel com florzinhas do lado mais escuro como tapete, com o furador gigante quadrado cortei os quadrados mais escuros no papel liso, para fazer a moldurinha eu os colei do lado mais claro, recortando ao redor e depois passando a almofada marrom também. Colei os quadrado com fita-banana para dar um efeito de relevo, no centro de cada quadradinho colei um botão de madeira amarradinho com palha. E foi isso, fácil assim e está pronta a caixa, do jeito que eles queriam, rústica, clean e simples.

Gostei de fazer essa caixa e fica a ideia prá vocês e também provando que é possível fazer trabalhos bonitos e bem acabados usando pouco material, basta saber coordenar e usar a criatividade. Essa semana ainda tem mais... cheia de encomendas, demonstrações e coisas novas prá postar ;o)

Beijos e boa semana ♥

2 amigos comentaram, comente também!:

Stencil, Costura e Textura I - Dica Time Criativo True Colors

19:35 Tays Rocha 10 Comments

Então... a dica do vermelho já acabou e eu ainda estou na lilás, abafa o caso... muda o assunto, o importante é não parar nunca... desculpinha esfarrapada, mas é a única que eu tenho agora... hehehe. Mentira meninas, foi tudo batidão mesmo...

A proposta da dica de hoje seria utilizar textura com stencil e a próxima seria carimbar com a tinta, como estou mega atrasada, resolvi juntar as duas coisas num projeto só, prá correr com o vermelho, porque já temos a nova cor e sério mesmo, preciso me organizar e me disciplinar melhor prá acompanhar as meninas, até porque temos muuuuuuuuuitas novidades prá Mega, que ainda não podemos contar, segredo de estado, mas aguardem, vocês vão adorar ;o)

No projeto de hoje, resolvi fazer um layout, fiquei um tempão remexendo nos meus álbuns, pensando no que fazer, como estou neste estado interessante, resolvi pegar as fotos da gravidez do Leo que eu tinha aqui, vou fazê-lo em duas etapas, prá que não fique muito longo e cansativo. Sempre quando inicio um projeto eu faço um sketche (rascunho), estabeleço as técnicas  e elementos que quero usar. Nesse eu decidi usar stencil, tinta, costura, carimbo, textura e alguns brilhinhos; de elementos queria flores e botões, talvez fitas.


Prá começar, usei como fundo do projeto papel liso lilás Repeteco, resolvi fazer meu próprio background, prá isso usei Cardstock branco, stencil poá (amooooo). Prá fazer as bolas, usei Tinta Acrílica Orquídea, como segunda opção teria também o PVA Violeta Cromo, optei pelo Orquídea por ser mais clarinho.


A forma de usar o stencil no papel é na verdade igual à madeira, muita gente tem dificuldade, então ficam aí as dicas: stencil fixo, seja com as mãos ou fita crepe de baixa aderência, pouca tinta, pincel redondo de cerdas duras ou batedor próprio para stencil, antes de bater, tirar todo o excesso, como mostrado na folha de papel. Dessa forma a tinta não extravasa, não molha o papel a ponto de enrugá-lo e não deixa o stencil "chapado", eu particularmente gosto mais esfumaçado, mais suave e leve.


Aqui o papel já estampado, percebam que algumas ficaram mais claras, outras mais escuras, mais preenchidas, é justamente desse "desigual" que eu gosto, o que dá um certo ar de leveza.


Esse era meu sketch inicial, prá constratar com o lilás (lembrem que é uma cor fria) utilizei o papel da Repeteco azul-marinho com estrelinhas, percebam como o tom escuro dá vida ao layout. Escolhi essas duas fotos, na de cima eu estava grávida de 4 meses  em nov/2005 e na outra, estava de 7 meses em fev/2006... saudades... Definida a estrutura principal, vamos à parte mais legal, as firulinhas, enfeitinhos, brilhos e frescuras ;oP


Vamos à costura... Não que seja obrigatório mas usar gabarito de costura é uma mão na roda, sai tudo tão simétrico e perfeitinho... Aqui usei base grossa de EVA, agulhão para perfurar e régua básica de costura da Creato, você pode escolher entre os furinhos mais próximos ou distantes, como a área que eu escolhi era grande, optei pela distância maior.


Eu normalmente faço minhas costuras com fio de bordado, bordo ponto cruz desde meus 12 anos, então o que mais tenho são meadas, meadas 1000 diga-se de passagem, mas nem tudo é cor-de-rosa no meu mundo... estava eu lá fora, na edícula e... a caixa de bordados aqui dentro, e... o mundo caindo lá fora... lembrei que tinha esse novelo de fio, eu o usava quando fazia cachecóis (sim, eu faço tricot... também) e eu tenho muitas dessas sobras, acabei testando e gostei muito do efeito, fica aí a dica. Nesse projeto não quis fechar os "X" do ponto cruz, gostei assim em meio ponto. Costurei apenas as laterais que estavam sobre o azul.


Na verdade eu não tinha pensado em fazer nada nas bordas, mas achei meio sem acabamento... meio peladinha... Usei base acrílica e carimbo de silicone de bordas que imita uma costurinha overlock, carimbei com tinta acrílica branca. Essa é outra técnica que muitos sentem dificuldade, minhas dicas prá facilitar um pouco: bandejinha de isopor (essas de frios e carnes) ou um pedaço de EVA, espalhar uma camada fina de tinta, bem uniforme, encostar o carimbo delicadamente. Antes de carimbar verifique se não borrou prá fora do desenho, limpe com cotonete se necessário, carimbe com firmeza. A cada carimbada, passe novamente o pincel espalhando a tinta e molhe novamente o carimbo. Cliquem na foto para ver o detalhe do carimbo ampliado.


Seguindo adiante na minha ideia inicial, ficou assim a primeira parte do projeto, recortei as flores do papel Repeteco, achei meio vazio embaixo e coloquei uma passamanaria pink prá contrastar com a costura, nos cantos vazios... botões, é claro, não poderiam faltar.

Na próxima etapa (breve, bem breve...) vou modelar e bolear as flores, trabalhar o título e estou morrendo de vontade de colocar um journaling, vamos ver se consigo encaixar no projeto.

Estou adorando fazer esse LO, me traz recordações tão boas, a gravidez do Leo foi tão tranquila, tão gostosa, apesar da insegurança e dos enjoos... engordei pouquinho, não tive estrias, nem manchas, nenhuma intercorrência ou susto. Fomos firmes e fortes até 39 semanas e 1 dia... vamos ver a D. Mariana como vai se comportar... heheheheh.

Beijos e bom finalzinho de domingo ♥

10 amigos comentaram, comente também!:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...